Um caso curioso tem sido muito comentado nos últimos dias em Tailândia, nordeste do estado. O motivo é uma suposta ressurreição de João Mendes, de 62 anos, que faleceu no último sábado (18) vítima de um Acidente Vascular Cerebral (AVC).

De acordo com a esposa de João, poucos dias antes de morrer, ele reuniu a família para avisar que morreria mas que iria ressuscitar no terceiro dia após a morte. A esposa relata ainda, que João pediu para que não tocassem em seu corpo durante esse período.

A vítima começou a passar mal uma semana antes de morrer, e não quis ser atendido por uma equipe médica. Ele preferiu se tratar com remédios caseiros de plantas medicinais, mas o tratamento não foi suficiente e homem morreu padecendo dentro da casa onde morava.

Desesperada, a esposa com que ele convivia há 5 anos, acionou uma equipe de resgate médico do SAMU, e o atendimento constatou o falecimento de João Mendes. Após o óbito, a família começou os preparativos legais para atender os pedidos.

O detalhe é que o prazo para a suposta ressurreição encerrou ontem (20) e João não ressuscitou. Após esse período, a família liberou o corpo para ser enterrado no cemitério municipal dentro de um caixão branco, atendendo outro pedido do falecido.

João Mendes era conhecido na cidade como “índio” e trabalhava atendendo pessoas com remédios naturais.

Fonte: Portal Tailândia
Foto: Josenaldo Jr.