Era por volta das 13h desta quinta-feira (16), quando uma senhora retornava de motocicleta para casa pela vicinal 12, em Tailândia, nordeste paraense, e foi surpreendida por um criminoso.

O homem estava escondido trás de uma pilha de ripas às margens da vicinal. Com uma arma de fogo de fabricação caseira, ele anunciou o assalto.

Após render a vítima, o criminoso subiu na garupa da moto e encostando a arma na cintura da mulher, mandou que ela seguisse para a vicinal 13 – estrada que fica em frente a vicinal 12 – alguns quilômetros depois, ordenou que a condutora entrasse no mato, em seguida obrigou a vítima a tirar a roupa e a estuprou.

Depois de cometer o estupro, o acusado ainda roubou a motocicleta da vítima, uma Honda Pop, de cor vermelha. A mulher pediu carona a um senhor que passava no local, para conseguir chegar à cidade.

Na delegacia, após registrar o Boletim de Ocorrência, a Polícia Civil conseguiu identificar o acusado, trata-se de Ronilson Neves da Silva, vulgo “Índio”, de 20 anos. Ele seria morador da vila Campos Belos, zona rural de Goianésia do Pará.

Segundo o levantamento policial, Ronilson já teria outras duas passagens pela polícia, também pelo crime de estupro, chegou a ser preso mas fugiu.

O delegado local já pediu a prisão de “Índio” e conta com o apoio da população para chegar até o estuprador.

Disque Denúncia Polícia Civil

Quem tiver informações que possam levar ao acusado pode entrar em contato pelo WhatsApp: (91) 99172-8180, clicando no botão abaixo: