O Paysandu não fechou as portas para o mercado em busca de contratações para a sequência da temporada. O ge adiantou que o clube segue monitorando a situação do atacante Salatiel, do Náutico. Ao mesmo tempo, intensifica as buscas por um lateral-direito para compor o grupo do técnico Itamar Schulle.

A contratação de um lateral-direito, hoje, é a prioridade dentro do Paysandu. Israel é o único atleta de ofício para a posição. Apesar de ser titular, não estava cotado para começar jogando na temporada. Júnior, que já havia trabalhado com Schulle no Santa Cruz, vinha sendo preparado para a vaga, porém pediu para deixar a Curuzu em fevereiro para resolver assuntos particulares.

Israel teve boas atuações nas primeiras partidas pelo Papão. Como destaque, os avanços no corredor esquerdo adversário, levando à constante presença ofensiva. Entretanto, bastou a derrota por 4 a 2 no clássico Re-Pa para as primeiras críticas ao jogador de 27 anos, contratado após passagem pelo Oliveirense, de Portugal, iniciarem.

As principais jogadas do Remo no primeiro tempo aconteceram nas costas de Israel. O atacante remista Lucas Tocantins levou a melhor em quase todas elas, abrindo 3 a 1 no placar a favor do maior rival. Perguntado sobre os erros técnicos e táticos naquele setor, Schulle, em entrevista depois do embate, se limitou a dizer que iria tratar do assunto de maneira interna, sem expor o lateral.

Hoje, se perder Israel ou optar por uma mudança técnica na equipe, o comandante bicolor teria que improvisar. O zagueiro Perema já atuou no setor – ele se recupera de uma lesão no dedo. Assim, com objetivo de formar um elenco competitivo para o principal objetivo da temporada, o acesso na Série C do Brasileiro, o Paysandu precisa – e deve – reforçar a lateral-direita.

Fonte: G1
Foto: Jorge Luiz Totti