Entre Remo e Gedoz está praticamente tudo certo. Neste sábado, o clube confirmou que o meio-campista já retornou a Belém para assinar em definitivo e disputar a temporada de 2021, mas questões burocráticas ainda impedem a assinatura do contrato. É neste momento que a diretoria azulina volta a recorrer à torcida pedindo doações por meio da chave Pix. A meta é alcançar R$ 50 mil, que ajudarão a custear a transferência do Uruguai ao Brasil.

Felipe Gedoz chegou ao Remo em novembro passado por empréstimo junto ao Nacional-URU. O vínculo temporário com a equipe paraense encerrou no último dia 28. Desde então o meia retornou ao Rio Grande do Sul, onde reside, para um curto período de férias enquanto seu estafe negociava com o clube uruguaio a rescisão contratual.

Em sua despedida do Leão, deixou claro o desejo de permanecer no Baenão, afirmando: “Espero muito poder voltar!”. O Remo não desistiu de poder contar com o meio-campista e iniciou uma campanha de arrecadação de fundos para a transferência.

Durante a passagem pelo Leão Azul, o meia participou ativamente da campanha que rendeu o acesso à Série B e os vices da Terceirona e Copa Verde. Ao todo, atuou em 19 partidas e marcou dois gols com a camisa azulina.

Fonte: G1

 Foto: Samara Miranda