Passada as comemorações do acesso à Série B do Brasileiro, o goleiro Vinícius, do Remo, participou do programa GE na Rede, do ge Pará. O jogador, que está no clube desde 2017, começou falando sobre o objetivo alcançado pelo clube neste domingo, após vencer o Re-Pa.

– Sensação de dever cumprido. Bastante feliz. Conquistamos o acesso que a gente já estava brigando e correndo atrás durante quatro anos, desde a minha chegada no clube, e graças a Deus a gente conseguiu, com muita luta e muito empenho, dar essa alegria para o nosso torcedor.

Em sua quarta temporada no Baenão, Vinícius recordou os anos em que o clube tentou o acesso. Em três deles o Leão não conseguiu nem se classificar para a segunda fase, e em 2018 inclusive correu risco de rebaixamento. Contudo, 2020 o time avançou e alcançou o principal objetivo.

– Passa todo um filme, sim, desde a chegada em 2017, quando conquistei a titularidade na Série C. A gente quase classificou, mas perdemos a vaga para o Confiança na última rodada, perdemos [o jogo] para o Salgueiro. Depois quase caímos, tivemos um pé na Série D, em 2018. Conseguimos escapar em uma arrancada fantástica. 2019 de novo no quase. Não poderia passar desse ano. 2020/2021, com um elenco muito competitivo, tivemos uma grande oportunidade e, graças a Deus, conseguimos agarrá-la da melhor maneira possível e conquistamos esse acesso – rememora.

Vinícius fechou o gol do Remo contra o Paysandu e garantiu a vitória azulina no clássico — Foto: Jorge Luiz/Paysandu

Vinícius fechou o gol do Remo contra o Paysandu e garantiu a vitória azulina no clássico — Foto: Jorge Luiz/Paysandu

Apesar de alcançar o principal objetivo dos últimos anos, o foco agora é ir além. O Leão segue na briga por uma vaga na grande final da Série C. O título é para colocar os jogadores na história do clube, afirma Vinícius.

– O título também é prioridade. A gente vem conversando bastante, sabe da importância que é ser campeão brasileiro, independente de qual série, e vamos trabalhar para que a gente possa alcançar o título. Conseguimos o objetivo importante, mas o nosso time é muito competitivo, muito ambicioso, o Bonamigo já disse que vai brigar muito forte por esse título, então a gente fica feliz porque é uma oportunidade a mais de ser campeão e igualar aquele time de 2005, que seria muito importante também.

Fazer o torcedor lembrar não só daquele time, daquela conquista, daquela história, mas também do elenco do Remo de 2020/2021. A gente vai entrar para a história do clube. A gente vai trabalhar e focar para ser campeão da Série C.”
— Vinícius, goleiro do Remo
Remo comemora vitória no clássico 759 e acesso à Série B do Brasileiro — Foto: Keviin Duck/Remo

O “Paredão Azulino” tem contrato com o clube até o fim da Terceirona. Porém, o desejo de renovar esse vínculo é mútuo e deve ser sacramentado em breve.

– A gente vai sentar para conversar, mas já está bem encaminhada a renovação. O presidente já disse que pretende trabalhar comigo nesse mandato dele e eu desejo muito continuar vestindo a camisa do Remo. Acredito que vai ser uma coisa tranquila, como sempre foram as minhas outras renovações com o clube. Dessa vez não vai ser diferente. Vai ser muito fácil de lidar, porque é um interesse das duas partes – resumiu.

Ainda durante o GE na Rede, o experiente goleiro de 36 anos passou conselhos ao jovem rival bicolor, Paulo Ricardo; deu as impressões sobre a primeira semana como vereador de Belém empossado, falou sobre a idolatria com a torcida azulina e ainda da perspectiva de longevidade na carreira como jogador. Confira esses e outros assuntos no vídeo ao topo da matéria, com a entrevista completa de Vinícius.

Fonte: G1
Foto: Jorge Luiz